Agende sua experiência

Inscreva-se na nossa newsletter

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Detox emocional

Larissa Luna

Larissa Luna

A maioria das pessoas se deixa controlar pelo emocional. Todos nós já passamos por momentos em que “perdemos a cabeça”, isto é, paramos de agir racionalmente. Mas por que isso acontece?

Existem algumas regras gerais, mas é necessária uma atitude positiva perante algumas armadilhas que acontecem sem que por vezes percebamos. Há uma ideia generalizada de que certas situações são intransponíveis, o que não é verdadeiro. Na realidade importa principalmente haver  uma consciencialização do que vai se passando, sem que isso nos leve para a correnteza das emoções. E a seguir, utilizamos as próprias emoções como um poderoso impulsionador de realizações positivas.

No âmbito do Yôga se trabalha a limpeza profunda do corpo, inclusive do emocional – que chamamos de Kama Shuddhi. Sentimentos como ódio, inveja, tristeza e ciúme geram toxinas endógenas que conspurcam todos os nossos canais energéticos, literalmente envenenando o corpo de dentro pra fora. Existem muitas técnicas que ajudam nesse processo de limpeza mas a questão é: não é melhor evitar sujar?

A emocionalidade é uma herança biológica poderosa dentro da evolução de todos os mamíferos e é capaz de gerar dor e prazer. Ao sentir-se ameaçado, com medo, raiva ou paixão, age-se por impulso, de forma reativa.

Saber gerenciar o emocional irá trazer mais lucidez e qualidade de vida. Comece com pequenas mudanças, algo simples. Faça uma respiração profunda antes de ter qualquer reação.  Observe de uma forma externa a situação e quais são os gatilhos que estão fazendo aflorar em você pensamentos mais densos. A meditação é uma excelente ferramenta para trabalhar esses gatilhos. Você não vai remoer cada ponto do que vem acontecendo. Sinta transmutar aquilo que existe de sentimentos em você e abra espaço para uma percepção mais profunda se conectando com o seu “eu” mais profundo, com mais leveza, amor, segurança e auto-confiança.