Primeiros passos da meditação

Agende sua experiência

Inscreva-se na nossa newsletter

Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no print

Primeiros passos da meditação

Larissa Luna

Larissa Luna

Muito se fala, mas pouco se sabe sobre o que é meditar. A definição mais autêntica sobre meditação é: o ato de não pensar ou estabilizar o pensamento.

A meditação nos ensina que para expandirmos a consciência devemos manter nossa atenção focada, o maior tempo possível, num único ponto, seja ele uma imagem ou um som.

Não é tão simples quanto parece, pois ao tentar fazê-lo, muitos obstáculos surgem espontaneamente.

Nossa mente, dispersa por natureza e por isso mesmo ávida por novidades, fará de tudo para fugir desta estabilidade que para ela não parece nada agradável.

Você deve estar muito convicto do que quer para que quando as dispersões tentarem tirá-lo do foco inicial possa percebê-las rapidamente e retornar a fazer o que se propôs no início do exercício. Lembranças, falsas prioridades, preocupações e compromissos aparentemente inadiáveis, invadirão sua consciência com o objetivo de desviá-la da busca de um bem-estar maior.

Mantendo-se o tempo todo atento a esses truques da mente, ela não embarcará nas distrações e permanecerá mais tempo fazendo somente o que se determinou. O início de uma meditação é como um jogo de pega-pega no qual a mente dispersa e foge e você quando percebe a traz de volta sem se deixar envolver com os pensamentos alheios.

Vencida a primeira etapa, embarcamos numa experiência gratificante e enriquecedora.